Nos dias de calor, todo cuidado é pouco com as piscinas

Quem tem piscina em casa, fica de olho na meteorologia curtindo aquela expectativa de dar uns mergulhos refrescantes num final de semana ensolarado, não é? Pois é, mas a empresa Poli-Redes, que trabalha há 11 anos com redes e telas de proteção, alerta os moradores para acirrar a vigilância a todo o momento, principalmente quando crianças e pessoas que não sabem nadar, moram nestes imóveis.

E o alerta da Poli-Redes não pode ser ignorado porque de acordo com os dados divulgados pela ONG Criança Segura no começo do ano, revelaram que a cada ano, mais de 1,1mil crianças morrem afogadas. A maior incidência ocorre com crianças entre 1 e 4 anos – 422 casos, o que representa 37% do  total. Em segundo lugar, estão as mortes de crianças com idades entre 10 e 14 anos – 407 registros e 36% dos casos. Segundo a pesquisa da ONG, entre as mortes por afogamento, as piscinas representam o segundo principal perigo com 7%, ficando atrás apenas de águas naturais (rios, mares e lagos). Muitas crianças que se afogaram em piscinas estavam sob os cuidado de um responsável. Um mero descuido é suficiente para que um afogamento ocorra.

Não é motivo para se preocupar com a segurança da sua casa? Sim, e é muito fácil evitar trágicos acidentes como esse, tomando uma simples providência: cobrindo a sua piscina. E a equipe de profissionais da Poli-Redes sabe muito bem como cuidar disso para você, realizando a instalação com telas e redes confeccionadas com qualidade e todo reforço para garantir a sua segurança e de sua família. E tudo isso por preços acessíveis ao seu bolso.

Não perca mais tempo e ligue já para a Poli-Redes, onde a equipe espera o seu contato pelos  telefones (11) 4790-2902 , 4790-5573 e 0800-774-2902 (litoral).

Categories: Sem categoria

    Comentários

      Categorias